outubro 29, 2009

entras em vento...

... de Outono, molhada por chuva miudinha. Entras assim, vinda de sul, e enrolas-te em cortinas finas que te acolhem e te afagam a pele, com sinais de Outubro. As árvores já em despedida, seminuas, dançam com folhas amarelecidas esperando quedas acrobáticas e suaves em circos de Invernos rigorosos. Assobiam, ao ver-te chegar, entoando sonatas que tu bebes em bailados transparentes, no palco da janela do meu quarto. Exibes-te em peça improvisada, com monólogos de um corpo crescendo em excitação. Falas contigo, usando dedos expressivos que embalam seios expectantes. De quando em vez, espreitam à boca de cena, envergonhados, e sorriem para mim. Tentam-me, endurecidos por dedos finos, que os moldam. Consigo ver o teu sexo iluminado por uma lua que imagino no cenário. Distingo os lábios brilhantes, molhados por movimentos do 1º acto e tento adivinhar histórias que tens para me contar. Imagino actos vindouros e invertendo ordem teatral, entro em cena entrando em ti e tomo conta do teu corpo comandado pelas velhas pancadas de Molière.

4 comentários:

Casalinho Imaginação disse...

fotos e texto muito sensuais

Claudia Letícia disse...

Romantico !!!!!

Casal Sexy Rabbits disse...

Belas fotos mesmo :)
Abreijos
Maria e José

Lunna disse...

Disculpar mi tardanza, me hubiera gustado hacerlo antes.
Juegos de seducción y caricias, dejando caer lentamente esa cortina, para mostrar sobre su cuerpo esa húmeda excitación que despierta en tu mirada.

Besos.

Lunna.